play_arrow

keyboard_arrow_right

skip_previous play_arrow skip_next
00:00 00:00
playlist_play chevron_left
volume_up
chevron_left
play_arrow

Featured

19. Sergei Leonov + Alexander Pichushkin

killernews março 30, 2020 102


Background
share close

Na Rússia, um homem foi condenado à prisão perpétua pelo assassinato de duas mulheres e o estupro de outras quatro. Sergei Leonov, de 58 anos, matou pela primeira vez no ano novo de 2019 ao estuprar e espancar sua amante. Dias depois ele conheceu outra mulher e a convenceu a ir morar com ele. A mulher teve o mesmo destino da primeira. Nos meses anteriores aos assassinatos, ele estuprou e espancou gravemente outras quatro mulheres, mas elas sobreviveram aos ataques.  Em 12 de março de 2020, o júri de um tribunal em Saratov o condenou à prisão perpétua e ao pagamento de mais de dois milhões de rublos, cerca de 126 mil reais às famílias das vítimas.

O site russo Stolicaplus deu detalhes sobre a vida na prisão de um dos piores assassinos em série do país: Alexander Pichushkin. Entre 1992 e 2006, Pichushkin confessou o assassinato de cerca de 60 pessoas. A maioria de suas vítimas eram homens. Ele os atraía até o parque Bitsa, em Moscou, e os matava a marteladas, muitas vezes inserindo uma garrafa de vodka em suas cabeças. Além do prazer em matar, Pichushkin afirmou que tinha o desejo de superar o número de vítimas do mais famoso serial killer soviético: Andrei Chikatilo. Em confinamento solitário desde 2007, Pichushkin não faz absolutamente nada: dorme oito horas por dia, recebe três refeições, se recusa a trabalhar na fábrica de roupas da prisão e vive reclamando das limpezas obrigatórias em sua cela.

O assassino de mulheres Sergey Leonov.

Para mim, a vida sem assassinato é como a vida sem comida para você. Eu me sinto como o pai de todas essas pessoas, já que fui eu quem abriu a porta do outro mundo a eles.

ALEXANDER PICHUSHKIN

Tagged as: , , .

Rate it
Episódio anterior
Episódios semelhantes
Post comments (0)